Mostrar mensagens com a etiqueta MISTERIOS. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta MISTERIOS. Mostrar todas as mensagens

Conheça o megalito de Al-Naslaa - dividido ao meio com precisão laser, um mistério


Localizado no Tamya Oasis na Arábia Saudita é um megalito fascinante chamado Al-Naslaa. É perfeitamente dividido pela metade e tem símbolos curiosos retratados em sua superfície. Se isso não bastasse, as duas rochas divididas ao meio com precisão semelhante a um laser conseguiram permanecer em pé durante séculos e estão de alguma forma perfeitamente equilibradas. As pedras foram divididas ao meio com precisão LASER-LIKE.

Imagine andar ao redor no deserto, explorando o desconhecido e você se deparar com uma enorme pedra em pé, dividida pela metade por uma LINHA PERFEITA. Qual seria a primeira coisa que salta para sua mente?

As pedras de pé de Al-Naslaa são verdadeiramente um mistério GIGANTE. Localizado na Arábia Saudita, as duas pedras divididas ao meio criaram confusão entre os especialistas desde a sua descoberta.

Considerado como um dos petróglifos mais fotogênicos na superfície do planeta, a rocha maciça é dividida ao meio com extrema precisão. No entanto, de acordo com especialistas, o corte de precisão semelhante a laser não foi criado artificialmente .

De acordo com muitos, é um dos maiores mistérios encontrados pelo homem, e esta incrível estrutura de pedra antiga atrai milhares de turistas a cada ano que vêm a Al-Naslaa para observar a sua perfeição e equilíbrio, o que deu origem a inúmeras teorias que tentam Explicar sua origem.



A rocha está em perfeito equilíbrio, apoiada por duas bases ea coisa mais estranha é que é perfeitamente dividido pela metade. Tudo sugere que em algum momento ele deve ter sido trabalhado por ferramentas extremamente precisas, alguns até se aventuraram fora e disse laser-como ferramentas .

Olhe para essa precisão!


  
Cada parte da pedra dividida tem uma pedra menor ou amortecedor de choque na parte inferior, impedindo que ele toque o chão.

As descobertas arqueológicas mostram que nos tempos antigos a região onde a rocha está localizada era habitada. Na verdade, é um dos petroglifos mais fotogênicos da região.

O megalito foi descoberto por Charles Huver em 1883, e desde a sua descoberta, tem sido objeto de debate entre especialistas que dividiram opiniões quando se trata de sua origem.

Em 2010, a SCTH - Comissão Saudita de Turismo e  Patrimônio Nacional anunciou a descoberta de uma rocha perto de Tayma com uma inscrição hieroglífica do faraó Ramsés III. Com base nesta descoberta, os investigadores têm a hipótese de que Tayma era parte de uma importante rota terrestre entre a costa do Mar Vermelho da Península Arábica eo Vale do Nilo. Recentes descobertas arqueológicas mostram que Tayma foi habitada desde a Idade do Bronze.

Conforme observado por http://saudi-archaeology.com a divisão entre dois pé rock e sua superfície plana é uma ocorrência completamente natural.

UnusualPlaces oferece uma explicação natural para o enigmático, corte a laser ...

"... Provavelmente o chão mudou ligeiramente debaixo de um dos dois suportes ea divisão da rocha. Poderia ser de um dique vulcânico de algum mineral mais fraco que solidificou lá antes de tudo foi exumado. Ou, poderia ser uma antiga pressão crack (você vê uma rachadura paralela apenas à direita dele) que foi empurrado / puxado alguns. Ou, poderia ser uma linha de falha antiga (menor), uma vez que o movimento de falha geralmente cria uma zona de rocha enfraquecida que se erode relativamente mais fácil do que a rocha circundante ... "




Mas isso, é claro, é apenas mais uma teoria. O corte extremamente preciso, dividindo as duas pedras levantou mais perguntas do que respostas.

Se quisermos entender sua origem, talvez devêssemos viajar de volta no tempo.

Segundo relatos, a menção mais antiga da cidade de oásis aparece como "Tiamat" em inscrições assírias que remontam ao século 8 aC. O oásis tornou-se uma cidade próspera, rica em poços de água e edifícios bonitos.

Além disso, os arqueólogos descobriram inscrições cuneiformes possivelmente datando do século VI aC na cidade de oásis. É mencionado várias vezes no Velho Testamento. O epônimo bíblico é aparentemente Tema, um dos filhos de Ismael.

Curiosamente, durante parte do seu reinado, o rei babilônico Nabonidus retirou-se para Tayma para adoração e procura de profecias, confiando a realeza de Babilônia a seu filho, Belsasar.

Como você pode ver, além de ser uma área onde inúmeras descobertas arqueológicas foram feitas, a área onde o incrível megalito de Al-Naslaa está localizado também é rica em história.

Dando uma olhada na pedra de Al-Naslaa você não pode ajudar e quer saber qual era o seu verdadeiro propósito. É a separação na rocha realmente um resultado das forças da natureza como alguns especialistas sugerem? Ou é possível que, assim como há muitos outros lugares antigos na Terra - que datam de milhares de anos - com cortes de precisão, essa pedra também foi trabalhada por uma tecnologia desconhecida?

Fonte:  http://saudi-archaeology.com/gigapan/al-naslaa-tayma/

Crédito de imagem: Saudi-archaeology.com
Continue lendo...

O mistério das pedras que se movem sozinhas

mistério das pedras que se movem sozinhas
Se você acha que já viu de tudo na natureza, saiba que você ainda pode se surpreender muito.
Em Racetrack Playa, no Vale da Morte da Califórnia, você pode encontrar um desses mistérios que podem deixar a humanidade quebrando a cabeça por séculos.
Ali, existem pedras que, ao longo do tempo, se movem, marcando um rastro com o seu percurso.
A região, completamente deserta, não oferece qualquer explicação para o curioso fato.
Nunca ninguém flagrou o movimento das rochas, por isso não há como ter pistas do que causa o fenômeno.
As rochas se movimentam em direções diferentes, geralmente sem uma ligação direta entre mais de uma pedra.
Alguns estudiosos já formaram teorias sobre as pedras misteriosas do Vale da Morte.
A suposição mais aceita envolve o vento e a água da chuva: a água atinge as montanhas, escorrendo por suas encostas e, ao chegar ao chão, evapora com facilidade devido às altas temperaturas da região.
Esse processo transforma a primeira camada do solo em um tipo de lama bastante mole e escorregadia.
Como a geografia local faz com que correntes de ar extremamente fortes passem pela região, a soma dos dois fatores poderia movimentar as rochas, criando os rastros pelo chão.
De qualquer forma, esta é apenas uma hipótese, já que até hoje ninguém conseguiu provar o que realmente ocorre ali, embora o questionamento seja bastante antigo. Há pouco tempo, a NASA enviou equipes para estudar o fenômeno.
No entanto, os pesquisadores, que prometem continuar com os estudos, descobriram que o vento no local não seria o bastante para mover as pedras.
Continue lendo...

OVNI verde que flutuou próximo à superfície da água do lago Duckbill


Em meados do séxulo XX, a Força Aérea dos EUA criou a expressão "OVNI", uma sigla para explicar qualquer "objeto voador não identificado". Podem ser luzes e objetos desconhecidos vistos no céu. Mas, entre os ufólogos (pesquisadores e entusiastas dos OVNIs), o termo passou a ser usado para espaçonaves ou alienígenas de outros planetas. Muitos OVNIs deixam estranhas marcas no solo, vegetação queimada ou alisada, cordões parecidos com teias de aranha que caem de poste telefônico e árvores e que se desintegram com um simples toque, além de buracos estranhos e não identificados.

Contudo, o fenômeno OVNI vai além do solo e do ar. Esses estranhos objetos não identificados também têm demonstrado certa predileção por lagos congelados. A província de Ontário teve uma situação inusitada em 2 de julho de 1950, quando vários extraterrestres de um objeto desconhecido foram vistos aspirando a água gelada da Baía de Sawbill.

No Verão de 1960, um professor da localidade de Atikokan, região de Ontário, descreveu o relato de um homem sobre um OVNI verde que flutuou próximo à superfície da água do lago Duckbill. Ele contou ao professor ter visto quatro pequenos ETs extraindo água do lago congelado. Assim que os extraterrestres notaram que estavam sendo observados, teriam entrado rapidamente na nave, que começara a voar rumo ao céu, desaparecendo em questão de segundos.



Em 1973, aparelhos voadores desconhecidos foram vistos sobre o lago Boshkung, na província de Ontário. O lago também se encontrava congelado. Curiosamente, esses objetos desconhecidos se posicionaram sobre pequenos buracos supostamente feitos no gelo por pescadores, por onde se retirava água do lago. As testemunhas disseram que as naves aterrissaram no lago congelado sobre os agulheiros de gelo que lá permaneciam, depois que os pescadores retiraram suas redes de pesca, além de pousarem, também, sobre os cabos de alta tensão. A explicação mais viável é que os extraterrestres viessem em busca da preciosa água, essencial para todas as formas conhecidas de vida.

Impresionante ovni gigante captado en video... por Jhero_Brasil


A verdade é que OVNIS e ETs provocam sempre muita polêmica e, caso existam, estariam se aproximando cada vez mais do planeta Terra.
Continue lendo...

O caso das Máscaras de Chumbo, Niterói (RJ) Brasil

Tudo começou no dia 20 de agosto de 1966, em um sábado, onde dois homens foram encontrados mortos no alto do Morro do Vintém, no Bairro de Santa Rosa, em Niterói (RJ). Os corpos, encontrados sem qualquer sinal de violência, estavam um ao lado do outro deitados de costas no chão, em cima de uma espécie de cama feita com folhas de Pintomba (uma espécie de Palmeira). Os corpos dos homens, que estavam usando ternos limpos e capas de chuva, já estavam em estado de decomposição, ao lado destes foi encontrado um estranho marco de cimento, uma garrafa de água mineral magnesiana, uma folha de papel laminado que foi usada como copo, um embrulho de papel com equações básicas de eletrônica e um estranho papel com a seguinte escrita:
16:30 hs. – estar no local determinado.
18:30 hs. – ingerir cápsula após efeito,


proteger metais e aguardar sinal máscara.
A autópsia dos corpos, realizada pelo médico legista Dr. Astor Pereira de Melo, nada revelou como “causa-mortis”, visto não haver qualquer evidência de violência, envenenamento, distúrbios orgânicos e total ausência de contaminação por radioatividade, além de diversos exames toxicológicos nas vísceras, também negativos. Os dois homens, identificados como Miguel José Viana, 34 anos, e Manoel Pereira da Cruz, 32 anos, moradores da cidade de Campo de Goitacazes, interior do Rio de Janeiro, eram e sócios radio-técnicos.
Continue lendo...

Misteriosas Colunas de luzes aparecem no Japão

Dezenas de colunas de luzes misteriosas apareceram no Japão após uma tempestade incomum. Centenas de pessoas testemunharam este fenômeno raro e assustador, como colunas de fogo de luz que apareceu no céu. Testemunhas relataram que os "postes de luz" apareceram imediatamente após uma tempestade forte e incomum, com duração de vários minutos antes de desaparecer.

luzes misteriosas

Em 1908, pouco antes da explosão de Tunguska, fenômenos semelhantes ocorreram, pilares gigantes de fogo levantaram-se da terra para o céu. Muitos moradores temem que um grande desastre seja iminente, e que as colunas de luz são um aviso de perigo. Vejam o vídeo das imagens:

luzes misteriosas 2


Esta história foi confirmada pelos meios de comunicação japoneses e as fotos são autênticas, e vem de diferentes fontes, isso deixou os cientistas perplexos. fonte: http://www.youtube.com/user/StephenHannardADGUK

Arranjo: JTC
Continue lendo...

Misterioso Humanoide voador é visto em Santiago do Chile (Arq.)

Humanoid Chile 1990

Sempre é bom estudar o passado, para agregar conhecimentos para possíveis situações no futuro.

De acordo com o site inexplicata.blogspot.ca , durante a primavera de 1990, enquanto o empresário Frederico Rojo Feria estava com uma de suas colegas de trabalho no décimo nono piso do edifício Torre de Santa María, em Santiago do Chile, ele avistou uma entidade com forma humana voando.  Seu relato indica que sua visão foi tão surpreendente e chocante que ambos funcionários ficaram paralisados por quase dois minutos.

A testemunha disse que a entidade passou a somente uns poucos metros deles, do lado de fora de uma grande janela, manobrando em um trajeto elíptico, em direção ao Rio Mapocho, antes de se dirigir para a Cordilheira.

As asas eram como as de um gigantesco pássaro, mas as outras partes do corpo eram a de um humano. Ele não pode definir claramente se a entidade possuía braços.

As testemunhas ficaram traumatizadas por várias semanas após o avistamento.

Após uma pesquisa dos jornais locais, esta não foi a única manifestação relatada de criaturas aladas com a forma humana nas redondezas de Santiago.  

O falecido jornalista Osvaldo Muray escreveu na revista “Revelación” sobre uma outra criatura alada que ficou no topo de uma árvore na vila de Juanita Aguirre na década de 1990. Relatos similares de testemunhas podem ser encontrados pelo mundo todo não só na atualidade, mas principalmente na antiguidade.

Arranjo: Jhero
Continue lendo...

Misteriosas Cavernas de Altamira na Espanha

image
cavernas autamira O que faz das Cavernas de Altamira, em Cantabria, nordeste da Espanha, serem tão especiais são os incríveis desenhos que cobrem as paredes e os tetos.
Acredita-se que os desenhos, principalmente de búfalos, cavalos e veados, foram feitos há cerca de 16.500 e 14.000 anos. 

Eles são incríveis devido ao uso habilidoso da cor e em alguns lugares o artista usou contornos naturais de pedra para dar uma qualidade de imagens 3-D.

Os desenhos foram descobertos por um nobre local e sua filha em 1879 e vêm atraindo visitantes desde então. Hoje em dia, você tem que fazer reservas com dois ou três anos de antecedência, porque o acesso é restrito para preservar a qualidade dos desenhos.

As cavernas são incluídas no Patrimônio da Humanidade pela UNESCO e agora há um museu próximo ao local onde uma reprodução exata encontra-se em exposição.

Continue lendo...

Zona Morta no Golfo do México

Em toda primavera, a grande área ao norte do Golfo do México perde a maior parte de seu oxigênio e se torna fatal para a vida marinha. A "zona morta", também chamada de área hipóxica, é causada pelo crescimento de grandes quantidades de algas, um fenômeno conhecido como floração de algas

Quando as bactérias (em inglês) morrem, elas se alimentam das florações de algas e absorvem o oxigênio da água. Os níveis de oxigênio ficam baixos a ponto de a área não conseguir sustentar a vida marinha,  fazendo com que as criaturas marinhas nadem para outras águas; caso contrário, elas morrem. 

Além de serem hostis para a maior parte da vida marinha, as florações de algas também fazem que a água da zona morta fique marrom.



O mapa acima apresenta concentrações de fitoplâncton, as florações de algas que contribuem para as zonas mortas, nas águas da Costa do Golfo


O que causa as florações de algas? Em parte, esses são fenômenos naturais, porém foram bastante aumentados pelos fertilizantes, águas de esgoto e outros poluentes que entram no Golfo do México pelos rios Mississípi e Atchafalaya, abastecidos por massas de água vindas de todo o país. Esses poluentes contêm fósforo e nitrogênio, excelentes alimentos para as algas. 

Quando chega a primavera e a neve derrete, os níveis mais altos de água trazem mais nutrientes para as algas, que também florescem em água morna. A zona morta chega ao pico em torno do início de agosto e depois recua durante o outono, quando os níveis de nitrogênio na água diminuem.

A zona morta de 2007 é uma das maiores desde que as medições começaram, em 1985. Ela foi mapeada em torno de 20.461 km² - maior do que vários estados dos EUA [Fonte: CNN (em inglês)]. A zona morta de 2006 tinha 17.254 km² [Fonte: BBC (em inglês)], ao passo que a de 2002, a maior registrada até agora, media 22.002 km² [Fonte: Reuters (em inglês)].

Em 2007, o nível de nutrientes que aumenta o aparecimento de algas e entra no Golfo do México apresentou um aumento de 300% em relação aos níveis de meio século atrás, quando as zonas mortas eram ocorrências raras [Fonte: BBC (em inglês)]. Um cientista da Universidade Estadual de Louisiana atribuiu a mudança ao aumento do cultivo intensivo, que geralmente utiliza vários fertilizantes ricos em nitrogênio, aliado ao efeitos do clima [Fonte: BBC (em inglês)].

A Administração Nacional dos Oceanos e da Atmosfera dos EUA (NOAA), que monitora a zona morta, diz que a área oferece perigo para a indústria pesqueira, que fatura US$ 2,8 bilhões por ano e opera nas costas do Texas e da Louisiana [Fonte: NOAA (em inglês)]. Milhares de quilos de camarões-rosa são capturados todos os anos nessas águas, mas durante a última década os pescadores relataram uma diminuição na captura desses camarões. Eles podem estar morrendo ou simplesmente nadando para outras águas em que possam respirar.

A zona morta do Golfo do México não é a única área hipóxica do mundo. Durante anos, o lago Erie apresentou uma zona morta recorrente, que acreditava-se ser resultado da mistura de contaminação por fósforo, espécies invasivas de mariscos e clima quente. 

Um relatório das Nações Unidas, em 2003, afirmou que o número de zonas mortas sazonais ao redor do mundo dobrou de dez em dez anos desde a década de 1960 [Fonte: BBC (em inglês)]. Um relatório da NOAA cita os níveis baixos de oxigênio como um grande problema em canais rasos e em áreas costeiras ao redor do mundo.

Existem outros problemas para as comunidades pesqueiras também. As florações de algas nocivas (FANs), como a maré vermelha e as algas douradas, produzem toxinas quando se decompõem, matando a vida marinha e fazendo que as criaturas se tornem venenosas (em inglês) para os humanos. 

As FANs, contudo, não devem ser confundidas com as florações de algas descritas acima. Embora a poluição humana contribua com a zona morta do Golfo do México e com outras áreas hipóxicas, os cientistas ainda têm de estabelecer uma ligação entre a poluição e as FANs, que ocorrem naturalmente.

Na próxima página, vamos ver mais de perto as causas da zona morta e o que está sendo feito para evitar que ela aumente ainda mais.

Causas das zonas mortas

A zona morta ocorre naturalmente, mas a atividade humana está deixando-a muito pior, permitindo que afluentes fiquem muito cheias de alguns nutrientes ao passo que outras precisam de nutrientes essenciais. O nitrogênio (na água salgada) e o fósforo (na água doce) são os nutrientes que mais contribuem para as florações de algas. A falta de silício na água impede o crescimento de diatomáceas, um tipo de alga que é útil. Então, de onde está vindo a contaminação desse nutriente? O cultivo intensivo é a prática que geralmente está relacionada com as zonas mortas.

O cultivo intensivo, também chamado de agricultura intensiva, utiliza um grande investimento de capital e uma combinação de fertilizantes, pesticidas (em inglês), fungicidas, maquinário pesado, irrigação e outras técnicas modernas de cultivo para maximizar a produtividade de um lote de terra. A prática é caracterizada por uma produtividade mais alta e exige menos trabalhadores do que a agricultura extensiva.

Os críticos acusam os praticantes do cultivo intensivo de prejudicar o meio ambiente por meio da produção de dejetos e escoamento de fertilizantes, usando pesticidas perigosos, contribuindo para a doença  de animais e oferecendo condições desumanas para os gados. 

Hoje em dia, o cultivo intensivo é bastante predominante e produtivo, embora o uso de fertilizantes, produtos químicos e práticas que não causam danos ambientais possa variar drasticamente, dependendo dos fazendeiros e das regulamentações do governo.

dead crabs from the dead zone
A foto acima mostra alguns caranguejos mortos empurrados até a praia na costa do Oregon, vítimas da grande zona morta naquela área

Alguns cientistas citam a febre do etanol como um fator que contribui para a zona morta. O uso de plantações de biocombustível significa que mais milho do que nunca está sendo plantado nos Estados Unidos. 

O milho exige bastante fertilizante, que é cheio de nitrogênio e se infiltra na água subterrânea, indo parar no Mississípi por meio dos rios locais. Os níveis de nitrogênio no rio Mississípi aumentaram em 35% em maio de 2007 se comparados a 2002, e os níveis de água do rio diminuíram mais de 20% também comparados com 2002, o que causou um grande fluxo de florações de algas [Fonte: The Herald Tribune (em inglês)].

A perda de pantanais diminuiu drasticamente a capacidade dos ecossistemas regionais de removerem o nitrogênio das águas locais. Sete estados da região centro-oeste dos EUA perderam 35 milhões de acres de pantanais durante os últimos 200 anos, ao passo que 50% dos pantanais desapareceram no Tennessee, na Louisiana, no Mississípi e no Arkansas [Fonte: NOAA (em inglês)].

Apesar da expansão gradual da zona morta, os cientistas afirmam que temos a capacidade de reduzi-la. A limitação do uso de fertilizantes ricos em nitrogênio, a implementação da conservação da água e de práticas de reciclagem e a prevenção de vazamentos e escoamentos de esgotos de fábricas que tratam a água devem ajudar a manter os níveis de nitrogênio baixos. Em 1998, o Congresso dos EUA aprovou a Lei de Controle e Pesquisa da Floração de Algas Nocivas e da Hipóxia, que exigia o exame da pesquisa e do trabalho para conter as florações de algas nocivas e a hipóxia. Pesquisadores de universidades e a NOAA (Administração Nacional dos Oceanos e da Atmosfera dos EUA) estão usando técnicas de modelagem para estimar a quantidade de determinados compostos que precisa ser removida para reduzir o tamanho da zona morta.

Ironicamente, a zona morta poderia ser afetada positivamente por uma temporada ativa de furacões. Um fator que contribui muito para as zonas mortas é quando a água se torna estratificada - quando a água morna e doce fica sobre a água mais fria e salgada. Essa estratificação impede a aeração de águas mais profundas, ao passo que as florações de algas se fixam no fundo e se decompõem. Um furacão poderia movimentar as águas do Golfo, dispersando um pouco das algas e parcialmente aumentando os níveis de oxigênio. A NOAA prevê de sete a dez furacões para 2007, com três a cinco deles qualificados como "grandes furacões" [Fonte: NOAA (em inglês)]. 

Embora essas tempestades possam movimentar a zona morta e possivelmente aumentar a captura de camarões-rosa, elas chegarão em uma época em que as comunidades da Costa do Golfo ainda estão se recuperando da devastação dos furacões Katrina e Rita.

Saiba mais sobre este assunto nos links abaixo:

Artigos relacionados
Mais links interessantes (em inglês)
Fontes (em inglês)
Continue lendo...

OSNI aparece na costa de Imbituba, SC – Brasil, (Arquivo)

De acordo com o jornal Diário do Sul, em 4 de agosto passado, um objeto estranho apareceu no mar, próximo à Praia da Vila, em Imbituba, intrigando os moradores da região.

A imagem a baixo foi  feita pela secretária Camila Hemília Rucinski e postada no Facebook foi compartilhada por mais de 134 pessoas e teve centenas de comentários.

praia imbituba

“Meu pai foi buscar o almoço em um restaurante na frente da praia e quando estava saindo o garçom chamou e perguntou há quanto tempo ele morava em Imbituba. Ele respondeu 30 anos e o garçom perguntou se ele já tinha visto aquela ilha e apontou para o mar.
-
Ele ficou surpreso porque nunca tinha visto aquilo e o garçom disse que ficava coberto pelo mar e aparecia na maré baixa. Meu pai disse que não podia ser, porque era muito grande e, se fosse coberto na maré alta, o mar avançaria pela praia”, disse Camila ao periódico.

O pai de Camila a levou até a praia para tirar algumas fotos. “Mas fiquei muito nervosa e só esta foto ficou mais nítida. Voltamos algumas horas depois, por volta das 15h, com outra câmera, uma profissional, e não tinha mais nada. Meu pai ficou muito impressionado. Era muito nítido, parecia uma ilha, mas a Itacomi é mais longe, e horas depois tinha sumido”, disse Camila.
-
Ainda de acordo com o Diário do Sul, no Facebook, muitas pessoas tentavam explicar o que teria acontecido e que algo semelhante teria sido avistado em outras praias. Alguns chegaram a dizer que poderia ser uma ilusão de ótica, com o reflexo da imagem da ilha Itacomi, que fica próximo à praia. Outras pessoas disseram que poderia ser a monoboia da Petrobras. Alguns ainda apostavam em um submarino e outros diziam que poderia ser um extraterrestre.

Em outra reportagem de 13 de agosto passado, o jornal explica que o estranho objeto avistado em Imbituba, na Praia da Vila e em Laguna, no Mar Grosso, pode ser explicado pelas leis da Física.   Segundo eles, o mais provável é que tenha ocorrido uma miragem da ilha Itacami, localizada na divisa dos dois municípios.

Segundo o professor de Física e mestrando em Educação, Cléder Schulter, de Braço do Norte, a refração explica as imagens vistas nas duas praias. “A refração é o fenômeno onde um raio de luz muda de direção ao passar de um meio para o outro. Isso ocorre porque a luz apresenta velocidade diferente em diferentes meios.
-
No caso da imagem formada no mar, o raio de luz não passou de um meio para outro, mas ali a refração pode ter sido causada devido à formação de “camadas” de ar de diferentes temperaturas, sendo que a temperatura do ar deve crescer com o aumento da altura em relação à superfície do mar”, explica Cléder.
-
As condições climáticas do dia teriam sido favoráveis à ocorrência da miragem, pois as temperaturas estavam baixas ao amanhecer e ao longo do período se elevaram, chegando próximo aos 30°C. “Cada camada de ar, com temperatura diferente, tem índice de refração diferente.
-
A elevação de temperatura ocorrida pela manhã pode ter formado essas camadas de ar. Esse tipo de miragem é chamado de miragem superior, não é muito comum e ocorre em locais frios. Outro tipo de miragem, chamada miragem inferior, é bem mais comum, e é aquela que ocorre em dias muito quentes, quando vemos uma poça d’água no asfalto alguns metros à frente e que, quando chegamos mais próximo, percebemos que o asfalto está seco”, esclarece o professor.

No caso da miragem superior, o raio de luz sofre uma curvatura descendente provocada pela refração. “Isso faz com que a imagem seja vista acima da superfície. Ela (refração) também torna os objetos maiores e mais alongados. Talvez por isso a ilha tenha ficado mais visível e, aparentemente, mais próxima da praia”, afirma Cléder.




Algo semelhante ocorreu no Chile, veja neste Video abaixo:




Continue lendo...

New York EUA, Viajante do tempo na Time Square



Em junho de 1950 um estranho homem, vestido em roupas muito antiquadas de décadas atrás, foi visto por populares em Times Square, na cidade de Nova Iorque.



Parecia perdido e muito assustado com a movimentação intensa dos automóveis e os intensos brilhos dos faróis que o deixavam em pânico. Atordoado, subitamente foi atropelado e veio a falecer quando inadvertidamente foi colhido por um desses veículos.
-
Na ocasião em que a Polícia examinou seu corpo, encontrou junto a ele uma moeda do Século XIX fora de circulação, uma carta com carimbo postal de junho de 1876 e também velhas cédulas de dinheiro datadas do mesmo ano.
-
Também acharam com ele documentos antigos e cartões de visita em nome de Rudolph Fentz, porém nenhum moderno registro foi encontrado com esse nome, nem mesmo através das suas impressões digitais foram encontrados quaisquer registros oficiais – e após serem efetuadas pesquisas as autoridades chegaram à viúva de um tal Rudolph Fentz Júnior, a qual declarou que o pai do seu marido, o tal Rudolph Fentz, desaparecera sem deixar qualquer traço exatamente no ano de 1876!
-
E vasculhando ainda mais profundamente o caso , comprovou-se que o endereço encontrado em um cartão profissional junto ao corpo fora O MESMO onde vivera o desaparecido Rudolph Fentz em 1876! Atônitos, os policias constataram que de alguma forma esse cidadão simplesmente desapareceu em 1876 tendo viajado por 74 anos através do tempo.
Continue lendo...

O Mistério da Pedra da Gávea, RJ, Brasil


Entre São Conrado e Barra da Tijuca uma grande montanha de pedra, com 842 metros de altitude, surge das águas do oceano Atlântico. Sua parte superior tem a forma de uma gávea, muito comum nas antigas caravelas. Daí o nome, dado pelos portugueses: “Pedra da Gávea”.
-
Além da face mais conhecida, voltada para o norte, há uma outra, inacabada, voltada para o sudeste. Por que não foi concluída?
-
A semelhança entre ambas é algo de notável. Há muitas inscrições que aparentemente não poderiam ter sido feitas pela natureza.
-
A origem dessas inscrições tem sido motivo de discussões por anos e anos, mas parece não haver um maior interesse em esclarecer a verdade.
-
Há quem diga que Pedra da Gávea é o túmulo de um Rei Fenício. As inscrições na Pedra, seu formato e as faces esculpidas dão força a esta teoria.

LAABHTEJ BAR RIZDAB NAISNEOF RUZT
-
traduzindo: Tyro Phoenicia, Badezir primogênito de Jethbaal
-
Em 856 AC Badezir assumiu o lugar de seu pai no trono real de TYRO. Poderia ser a Pedra da Gávea um túmulo fenício?
-
Sítios fenícios foram encontrados em outros pontos do Brasil, o que confirma que eles estiveram por aqui.
-
O mistério continua.
Continue lendo...

Você acorda-se muitas vezes entre 3 a 5 da manhã? Isso Pode indicar um despertar espiritual

Voce acorda-se muitas vezes entre 3 a 5 da manha 00
Nossos corpos estão cheios de energias, fluindo constantemente através de nós e ajudando a direcionar nosso caminho espiritual. Embora possamos desconhecer o que essas energias estão tentando nos dizer, acordar ao mesmo tempo a cada dia é um sinal que não deve ser ignorado!
-
A medicina chinesa antiga estudou a energia do corpo e a maneira como ela estava conectada a um sistema de relógio interno, energizando diferentes partes do seu corpo em diferentes momentos ao longo do dia. Se você achar que está acordando repetidamente em uma hora específica durante a noite, pode ser uma mensagem que você precisa ouvir.
-
Acordando entre as 21:00 e as 23:00 da tarde
Voce acorda-se muitas vezes entre 3 a 5 da manha 01
93% dos americanos não verão o que está nesta foto alemã da Segunda Guerra Mundial [Chocante]
Resposta natural à saúde
-
Se você acha que está tendo dificuldade em adormecer durante esse horário da noite, o tempo típico que a maioria das pessoas adormeceu, isso é um sinal de que você tem um alto nível de estresse e preocupações em sua vida. A resposta simples a isso é que você precisa relaxar, embora nem sempre seja tão fácil de implementar. Tente incluir meditação, relaxamento muscular e mantras positivos em sua vida, e você deve ver uma melhora em seus padrões de sono.
-
Acordando entre as 11:00 da manhã e as 1:00 da manhã
Voce acorda-se muitas vezes entre 3 a 5 da manha 02
Quando alguém se vê despertar regularmente durante esse período, ele foi conectado ao meridiano de energia da vesícula biliar. A vesícula biliar, que está associada ao desapontamento emocional, é mais ativa durante essas horas. Se você está lutando com o sono durante estas horas, e gostaria de remediar a situação, você deve perdoar os outros, soltando qualquer rancor que você tem segurado, e faz questão de praticar auto aceitação e amor.
-
Acordando entre 1:00 da manhã e 3:00 da manhã
Voce acorda-se muitas vezes entre 3 a 5 da manha 03
A medicina chinesa antiga indica que o despertar durante as horas da 1:00 da manhã e das 3:00 da manhã está associado aos meridianos do fígado e do corpo. Essas energias estão relacionadas com problemas de raiva, causados ​​por um excesso de energia yang em sua vida. Para melhorar o seu sono durante estas horas, você precisa começar por se apropriar de qualquer situação que possa estar irritando neste momento. Beber água fria também foi encontrado para ser eficaz.
-
Acordando entre as 3:00 da manhã e as 5:00 da manhã
Voce acorda-se muitas vezes entre 3 a 5 da manha 04
Se você estiver acordando durante estas horas, este pode ser um sinal espiritual muito importante, indicando que seu maior poder está tentando direcionar sua atenção para mensagens e sinais que você já foi enviado e pode não estar aberto a receber.
-
Essas mensagens podem levá-lo na direção necessária para descobrir seu propósito mais elevado. Acordar durante este tempo tem sido associado com as energias que atravessam os pulmões e a emoção da tristeza. Para melhorar a sua capacidade de dormir durante este tempo, tente respirar devagar e pratique exercícios de respiração profunda.
-
Acordando entre as 5:00 da manhã e as 7:00 da manhã
Voce acorda-se muitas vezes entre 3 a 5 da manha 05
Despertar no início da manhã foi encontrado para estar conectado a bloqueios emocionais. Essas horas estão associadas às energias que atravessam o intestino grosso. O fenômeno de acordar de repente, tantas experiências durante estas horas, é chamado inércia do sono.
-
Ao experimentar isso, nosso córtex pré-frontal ainda não está acordado e, como tal, ainda não somos capazes de pensamentos inteligentes. Tente fazer uma rápida viagem ao banheiro e depois esticar os músculos antes de tentar voltar a dormir.
-
Fonte: ewao
-
SAIBA TA NA NET REVELANDO VERDADES OCULTAS
-
http://feeds.feedburner.com/SaibaTananet
-
Portanto, se alguém de vós tiver falta de sabedoria, persista ele em pedi-la a Deus, pois ele dá generosamente a todos, e sem censurar; e ser-lhe-á dada. 6 Mas, persista ele em pedir com fé, em nada duvidando, pois quem duvida é semelhante a uma onda do mar, impelida pelo vento e agitada. 7 De fato, não suponha tal homem que há de receber algo de Deus; 8 ele é homem indeciso, instável em todos os seus caminhos Tiago 1:5-8
-
http://feeds.feedburner.com/SaibaTananet
Continue lendo...

Floresta dos suicídios – Aokigahara, Monte Fuji Japão

Aokigahara (xxxx), também conhecido como Mar das árvores (xx ou Jukai), é uma floresta que encontra-se na base do Montagem Fuji no Japão (veja nas fotos abaixo).
-
As cavernas encontraram nesta floresta são rochosas e cobertas de gelo, mesmo durante o verão. É uma floresta velha assombrada por muitas legendas de youkais (em japonês: ?? lit. demônio, espírito, ou monstro), quais adicionam a sua reputação sinistra. Mas o mais sinistro e que ela ficou realmente conhecida por um fator mórbido.
Floresta dos suicídios 01
Lugares como a floresta de Aokigahara ajudam a agravar o problema, pois já ficou conhecido como um lugar para a prática do suicídio, podendo assim, estimular mentes mais suscetíveis.
Floresta dos suicídios 02
A floresta de Aokigahara, aos pés do Monte Fuji, no Japão, ficou conhecida por um fato mórbido.No século 19, Aokigahara foi um dos lugares onde as famílias mais pobres abandonavam crianças e idosos.Já no século seguinte, desde anos 50, mais de 500 pessoas entraram na floresta, também conhecida por Mar de Árvores, para cometer suicídio.
Floresta dos suicídios 03
Supostamente, tudo teria começado depois que Seicho Matsumoto publicou o romance Kuroi Jukai (O Negro Mar de Árvores), que termina com um dos personagens entrando na floresta para morrer. Desde então, cerca de trinta corpos são encontrados anualmente.

Floresta dos suicídios 04
No século 19 onde foi um período de grandes dificuldades no Japão, Aokigahara foi um dos lugares onde as famílias mais pobres abandonavam crianças e idosos para reduzir seus gastos (período no qual o Japão passou por grandes dificuldades devido a crises sociais e desastres naturais).

Floresta dos suicídios 05
Já no século 20, desde anos 50, mais de 500 pessoas entraram na floresta para cometer suicídio. Nos anos 70, o problema ganhou atenção nacional devido ao aumento de casos, então o governo japonês passou a organizar buscas anuais na floresta.

Floresta dos suicídios 06
Diferente do ocidente, no Japão o suicídio não é considerado crime e culturalmente é visto como uma atitude moralmente responsável. Isso se reflete na alta taxa de suicídio no país, a maior entre os países desenvolvidos, que hoje é considerada um grande problema nacional.

Floresta dos suicídios 07
Em 2002, foram encontrados 78 corpos, superando o ano de 1998, que até então era o ano recorde, com 73 corpos.Como uma última tentativa de impedir os suicidas, as autoridades espalharam cartazes pela floresta com a seguinte mensagem: “Um momento, por favor. A vida é um dom precioso que seus pais lhe deram. Não guarde seus problemas só para você. Procure ajuda”.
Floresta dos suicídios 08

Alguns videos da Floresta
01
02
03



Fonte: issoebizarro
Continue lendo...

Conheça o Ningen: humanóides gigantes do continente antártico

Dizem-se que as criaturas MASSIVAS, de cor branca, que crescem até 30 metros de comprimento, com características faciais humanóides, habitam as águas frias perto da Antártida.

-

Ninguém sabe com certeza o que são, mas numerosos navios afirmam ter testemunhado que os seres humanos humanitários maciços se elevam das profundezas do oceano.

Conheça o Ningen humanóides gigantes do continente antártico

Nas últimas duas décadas, rumores circularam em todo o mundo sobre a existência de humanóides gigantes, formas de vida estranhas que habitam as águas geladas da Antártica.

-

Neste artigo, damos uma olhada no enigma que envolve esse suposto gigante, humanoides pálidos.

-

De acordo com testemunhas, existem criaturas que são referidas como Ningen (人間, 'humano' em japonês) que têm uma forma humana, muitas vezes com pernas, braços e até mãos com cinco dedos.

-

Às vezes, eles são descritos com barbatanas ou uma grande cauda como a das sereias. As únicas características faciais visíveis são os olhos e a boca da criatura - várias descrições parecem variar entre todos os que afirmam ter "encontrado os seres misteriosos".

-

image

No entanto, embora existam muitas descrições que tentam descrever o Ningen o mais claramente possível, a maioria das testemunhas parece concordar com o tamanho do Ningen.

-

De acordo com os relatórios, esses seres humanoides coloridos supermassivos crescem até 30 metros.

Então, grande coisa ... Talvez seja um peixe gigante?

-

Bem, de acordo com vários relatórios - e inúmeros vídeos que foram postados on-line - esses seres misteriosos são diferentes de tudo o que já encontramos antes.

-

Os relatos de um avistamento explicam como os membros da tripulação de uma embarcação que viaja perto da Antártica observaram o que inicialmente se pensava ser um submarino à distância.

-

No entanto, quando se aproximaram do objeto submerso não identificado, ficou claro pela forma irregular do objeto que não era um submarino, mas uma criatura viva. Quando o navio se aproximou da criatura, rapidamente desapareceu nas profundezas perto do continente antártico .

-


-
FONTE: ewao
Continue lendo...

PODERÁ TAMBÉM GOSTAR

Mais Populares

 
Copyright © 2016 REVELANDO VERDADES OCULTAS • All Rights Reserved.
Template Design by ORIGINAIS OADM • Powered by Blogger
back to top